Você tem seus objetivos bem definidos?

Todos concordam que trabalhar somente para pagar as contas é muito chato e frustrante. Mas, será que as coisas que estão sendo feitas não colaboram para que seja assim? 

Trazemos essas questões como forma de pauta. Vemos que os objetivos, planos e metas são assuntos muito recorrentes no mundo das finanças, mas quantas pessoas seguem trabalhando basicamente para ganhar dinheiro? Está na hora do dinheiro trabalhar por você. 

Mesmo ganhando pouco é possível determinar objetivos, e principalmente, correr atrás deles. Determine seus sonhos e o tempo que eles levarão para serem realizados, curto, médio ou longo prazo. Dessa forma você poderá se planejar de acordo com cada prazo, quanto precisará poupar, guardar, investir para chegar lá.

Se houver dívidas, negocie com as operadoras para conseguir entrar no plano dos objetivos. Comece com pouco, e aos poucos, não precisa se cobrar por algo grandioso inicial. 

Pense da seguinte forma: R$50 poupados todos os meses por um ano dá o total de R$600. Uma excelente quantia para iniciar um objetivo ou mesmo uma reserva de emergência.

Depois de começar, agarre seus objetivos e metas, eles são importantes para te impulsionar e te tirar do lugar.