O Pix, a mais nova forma de pagamento desenvolvida pelo Banco Central, está em funcionamento integral desde novembro do ano passado. É uma ferramenta muito fácil e intuitiva, e a grande maioria das pessoas se adaptou muito bem a este novo método de realizar pagamentos.

As chaves do Pix são os dados principais para realizar ou receber pagamentos por este formato, as chaves podem ser compostas pelo CPF, e-mail, número de celular ou chave aleatória, que é um código formado por números e letras gerado automaticamente pela instituição.

Essas chaves são registradas nas instituições financeiras, e ao realizar esse registro, a chave fica “pertencente” a essa instituição. Caso você deseje realizar essa chave registrada nessa instituição em outro banco, por exemplo, é necessário que seja feita a portabilidade desta chave.

Para isso, você deve realizar o pedido de portabilidade na instituição financeira a qual deseja que a chave fique disponível, então após isso acessar a outra instituição autorizando a portabilidade, essa operação deverá ser feita em até 7 dias, caso contrário a mesma é cancelada automaticamente. Mas calma, você poderá realizar uma nova solicitação tranquilamente caso esse prazo seja perdido.